Fui vítima de violência

Índice

Qualquer pessoa que seja vítima de violência, verbal, física ou sexual, tem o direito e o dever de recorrer às entidades policiais e apresentar queixa. A violência não deve fazer parte do Trabalho Sexual e não é por seres trabalhadorX do sexo que um cliente pode obrigar-te a atos sexuais contra a tua vontade. A tua profissão não deve servir como desculpa.

Apresenta queixa nas autoridades

No teu trabalho apenas deves fazer aquilo que consentires, podes até ter acordado um serviço com o cliente, mas se não te sentires confortável podes sempre anular o negócio.

Índice

Não deves ter medo de apresentar queixa na polícia, mesmo que estejas em situação irregular, o dever das forças policiais é proteger todas as vítimas.

Como trabalhadorX do sexo tens o direito de estar segurX no teu trabalho. Não tenhas medo de recorrer à polícia, as forças policiais existem para nos socorrer.

7 Passos a seguir se fores vítima de violência

Existem passos importantes a seguir sempre que és vítima de violência:

1) A prioridade é sempre a tua segurança por isso, analisa a situação, e atua de forma a garantires que estás segurX.

2) Evita o confronto, pode ser pior para ti.

3) Regista o máximo de informação sobre X atacante/cliente. Anota qualquer marca ou característica como tatuagens, sinais, pelos faciais, cor dos olhos, cabelo, sotaque, etc.

4) Regista com fotos o local, se for possível.

5) Anota o contacto de qualquer pessoa que tenha assistido pois poderá servir como testemunha.

6) Não te exponhas em demasia, lembra-te que como vítima tens direito à confidencialidade.

7) Vai à polícia se possível acompanhada por alguém.

Nestas situações deves recorrer a pessoas da tua confiança. Se tiveres algum receio contacta-nos podemos ajudar ou encaminhar-te para a equipa mais próxima de ti para teres apoio legal, psicológico e/ou social.