Reduzir Riscos

Vacinas essenciais para trabalhadorXs do sexo

 

Índice

Existem vacinas que, para além de serem importantes para a população em geral, tornam-se essenciais para trabalhadorXs do Sexo, como é o caso das da Hepatite B e do HPV.

Vacinas

As vacinas são cada vez mais importantes no nosso dia-a-dia, porque previnem de forma segura inúmeras doenças através da imunização coletiva.

Quando o nosso corpo é atacado por um microrganismo, o sistema imunitário combate a infeção através da produção de anticorpos específicos para cada agente infecioso.

Índice

Após a infeção, o organismo consegue desenvolver células de memória que atuam mais rápida e eficazmente sempre que esse agente infecioso ataca.

As vacinas são produzidas utilizando os próprios microrganismos que causam as doenças, mas mortos ou inativos, por isso são seguras. Desta forma, ao serem injetadas estimulam a produção de anticorpos e de células de memória que atacam os agentes e nos tornam imunes à doença.

Vacina contra HPV

A melhor forma de prevenção para o HPV é a vacina que cobre as estirpes mais virulentas e que causam mais comummente cancro. Esta vacina já está disponível de forma gratuita para raparigas e adolescentes até aos 18 anos.  Apesar de existir indicação para a vacinação dos rapazes, ainda não está em vigor em Portugal.

As mulheres adultas não vacinadas, mesmo que já tenham tido alguma infeção por HPV, são aconselhadas a fazer a vacina, mas sem comparticipação do estado.

Existem 2 tipos de vacina:

  • Bivalente: cobre apenas os tipos de HPV 16 e 18.
  • Nonavalente: protege contra os tipos de HPV 6, 11, 16, 18, 31, 33, 45, 52 e 58 e está disponível em Portugal desde 2017.

Vacina contra Hepatites

A vacina contra Hepatite B é a forma mais eficaz de prevenção desta hepatite. Esta vacina faz parte do Programa Nacional de Vacinação Português e de outros países como o Brasil.

Podem ser vacinadas pessoas de todas as faixas etárias mediante receita médica.

Devem ser vacinadas:

  • Todas as crianças recém-nascidas e outras que não foram vacinadas ao nascer.
  • Pessoas com vida sexual ativa.
  • Pessoas que consomem drogas injetáveis.
  • TrabalhadorXs do sexo.
  • Pessoas que convivem com pessoas que manifestem a doença.

Se és trabalhadorX do sexo e não foste vacinadX contra a Hepatite B contacta-nos para saber de que forma podes obter a vacina.

Existe também a vacina contra a Hepatite A que está recomendada a pessoas que viagem para locais com elevada probabilidade da doença, pessoas que consomem drogas, pessoas com doença hepática crónica e pessoas que têm praticas de sexo oral-anal.