Infeções Sexualmente Transmissíveis

Que cuidados devo ter ao trabalhar com uma infeção?

Índice

Se tiveste um resultado positivo para alguma infeção, seja ela sexualmente transmissível ou não, o mais importante é recorreres a umX médicX para que possas ser aconselhadX relativamente ao tratamento. Deves seguir o tratamento até ao fim e repetir os exames posteriormente para confirmar se estás livre da infeção.

Tenho sintomas de infeção e agora?

Se tens sintomas de uma infeção procura umX médicoX ou vai a um centro de rastreio perto de ti para fazeres exames ou testes específicos de forma confidencial. É importante respeitares o período de janela de cada infeção, isto é, o tempo que vai desde que ocorre a infeção, até que é possível ser detetada através dos testes de rastreio rápido ou laboratorial.

Índice

É normal que te sintas nervosX ao fazer um teste, mas a maior parte das infeções sexualmente transmissíveis podem ser tratadas. Se tiveres um diagnóstico positivo o primeiro passo é sempre procurar ajuda e seguir o tratamento até ao fim, mesmo que não tenhas sintomas.

Se fizeres o tratamento numa fase inicial da doença, o prognóstico será muito melhor e a probabilidade de ficares com lesões é menor. Isto significa que provavelmente não terás sequelas da doença e mais rapidamente estarás em condições de regressar ao trabalho.

Sintomas que podem ser sinal de infeção

Os sintomas de uma infeção sexualmente transmissível podem ser bastante inespecíficos, no entanto quando são persistentes surgem após comportamentos de risco devem ser valorizados.

Os testes rápidos são uma forma pratica e eficiente de num primeiro momento saberes se estás infetado ou não, mas uma ida ao/à médicx é sempre aconselhada. 

Deixamos aqui algumas alterações genitais a que deves estar atentX porque podem ser sinal de infeção.

  • Alterações na cor ou cheiro da zona genital.
  • Perdas de sangue pela vagina, pénis ou ânus.
  • Pus na vagina, pénis ou ânus.
  • Prurido ou dor na vagina, pénis ou ânus.
  • Ardor, picadas ou irritação ao urinar.
  • Sangue na urina.
  • Maior vontade de urinar.
  • Feridas, úlceras, verrugas, erupção cutânea na vagina, pénis ou ânus.
  • Dor durante as relações sexuais.
  • Dor abdominal ou lombar.
  • Dor genital profunda e maior sensibilidade.
  • Prurido no corpo, palmas das mãos ou pés.

Como trabalhadorX do sexo é aconselhável fazeres testes regulares para verificares a tua saúde e garantires que qualquer infeção é detetada precocemente, mesmo que não tenhas sintomas. A frequência dos testes deve ser decidida por ti!

Apesar de ser uma decisão difícil, se for possível avisa Xs teus parceirXs para que façam o teste.

Trabalhar com uma infeção, que cuidados?

Se tiveste um resultado positivo para alguma infeção, seja ela sexualmente transmissível ou não, o mais importante é recorreres a umX médicX para que possas ser aconselhadX relativamente ao tratamento.

Deves seguir o tratamento até ao fim e repetir os exames posteriormente para confirmar se estás livre da infeção.

Se é impossível para ti parar de trabalhar, deves utilizar de forma consistente métodos de barreira como os preservativos e as bandas de latéx . Desta forma evitas ser infetadX com outra doença e não passas a infeção a outrXs pessoas.

Se a infeção te causar sintomas graves e que te impeçam de trabalhar, o melhor será respeitares o teu corpo e descansar o máximo possível para mais rapidamente poderes voltar a trabalhar.

Existem infeções como as do trato urinário que podem piorar com a fricção, isso pode ser desconfortável durante e após a relação vaginal, e impedir-te de trabalhar enquanto os sintomas não melhorarem.

Se tens uma infeção transmitida pelo contacto, como a herpes e o HPV, deves tentar proteger a zona afetada e usar sempre preservativo. Se o herpes for oral, evita beijar o cliente e protege também o sexo oral. Lava bem as mãos sempre que tocares nas feridas ou verrugas.

A infeção por clamídia ou gonorreia é muito contagiosa, se decidires continuar a trabalhar protege as relações vaginais, anais e orais com preservativo e banda de latex.

É possível continuares a trabalhar depois de ser infetadX com VIH, desde que protejas as relações sexuais, uma vez que este vírus destrói o sistema imunitário que fica mais vulnerável a outras infeções.

Se tens uma infeção respiratória como a tuberculose ou o Covid-19, deves parar de trabalhar até que os testes sejam negativos. X médicX deverá dar indicações mais concretas nestes casos.

Se tiveres uma infeção causada por parasitas como piolhos ou chatos, é aconselhável que pares de trabalhar até estares livre da infeção. Deves desinfestar todos os locais de trabalho e material e procurar tratamento imediatamente.

Se tens umX parceirX é importante que elX também faça exames e o respetivo tratamento, caso também esteja infetadX. Devem usar proteção nas relações sexuais durante o tratamento para evitar a reinfeção.