Reduzir Riscos

PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) 

Índice

Uma das formas de reduzir o risco de se adquirir uma infeção é recorrer à PrEP (Profilaxia Pré-Exposição), que é uma medicação que se toma antes da exposição ao vírus.

A PrEP é uma arma eficaz contra o HIV e permite prevenir esta infeção com a toma de um comprimido por dia.

Para além da PrEP, existe ainda a PPE (Profilaxia Pós-Exposição). No entanto, nenhuma destas formas te protege de outras infeções, por isso o ideal é que uses  outro método preventivo, tal como o preservativo interno ou o externo.

Profilaxia Pré-Exposição

 

Existem vários estudos que garantem a eficácia da PrEP na redução do risco de infeção pelo VIH.

Esta medicação antirretroviral só deve ser tomada por pessoas seronegativas, isto é, não infetadas pelo vírus e antes do comportamento de risco.

Após uma avaliação, X médicX define o nível de risco de infeção por VIH, sendo que as pessoas que detenham um risco elevado são aconselhadas a tomar a PrEP de forma programada.

Índice

A PrEP em Portugal é já utilizada como um instrumento essencial para eliminar a transmissão do VIH.

Seguindo as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde), esta medicação deve ser aplicada nas situações em que existam relações sexuais anais recetivas desprotegidas, em casais serodiscordantes para infeção por VIH, pessoas com um elevado número de parceirXs, mas também em homens e mulheres transgénero.

No entanto, na maioria dos hospitais centrais, qualquer pessoa, independentemente da sua etnia, género ou orientação sexual, pode aceder a consultas de avaliação para a PrEP HIV através do Sistema Nacional de Saúde.

Precisas de saber onde podes aconselhar-te para tomar a PrEP? Consulta o nosso mapeamento. 

Como podes tomar a PrEP?

Existem diferentes formas de tomar a Profilaxia Pré-Exposição dependendo das práticas sexuais:

  • Toma diária: é aconselhada a pessoas que têm relações sexuais frequentes e permite assegurar um nível de medicação mais constante e protetor no sangue, sendo indicada para quem pratica sexo vaginal e anal.
  • Toma intermitente: é feita durante períodos de risco e consiste na toma de 2 comprimidos antes da relação sexual (preferencialmente 24 horas antes), 1 comprimido 24 horas depois e outro comprimido 48 horas depois, estando aconselhada a pessoas que fazem apenas sexo anal.

Riscos e efeitos secundários da PrEP

Se estás a pensar iniciar a toma da PrEP, deves optar por recorrer a umX médicX, para que possas fazer análises de sangue, verificar a saúde dos teus rins e se tens alguma infeção sexualmente transmissível, incluindo o VIH.

Esta medicação pode causar alguns efeitos secundários durante o primeiro mês de utilização, tais como:

  • Febre;
  • Náuseas ou vómitos;
  • Diarreia e dores de estômago;
  • Dores musculares e articulares;
  • Dores de cabeça;
  • Aumento da transpiração;
  • Gânglios linfáticos inchados.

Estes efeitos devem ser avaliados pelX médicX acompanhante e podem ser tratados com medicamentos.

Também há relatos de pessoas com alterações na função dos rins, fígado e redução da densidade óssea. No entanto, estas mudanças são reversíveis quando se suspende a toma da Profilaxia Pré-Exposição para o HIV.

As pessoas que relatam estes efeitos mais severos podem ser aconselhadas a fazer a toma da PrEP de forma intermitente.